Postagens

Mostrando postagens com o rótulo liberdade

Mudar com Gentileza

Imagem
Mudar com gentileza... É experiência de gente com beleza! É escolha de liberdade. Emana da soberania do Ser livre. É um ‘poder-sair’ das prisões do padrão. Com respeito e delicadeza por si mesmo. E isso não requer esforço. Mudança não é resultado de força. É dança! Pode ser até descompassada, não importa. Mas que nós a façamos gentil. Posto que é impermanente... E inevitável. (Luiz Henrique)

Liberdade | Série Além das Palavras

Imagem
Da série Expressão Além das Palavras Mais artes de LH  

Conexão e Integração

Imagem
Estes tempos estão fazendo sacudir, tremer, trepidar, chacoalhar algo em mim. Olho em volta e percebo a ilusão. É ilusão por todos os lados. É tão palpável e tão viva que me confunde. Fico querendo correr dela e não pensar. Mas reconheço que foi essa “ilusão” que eu criei - que todos nós criamos - que fez com que eu chegasse até aqui. Eu aprendi e me expandi com ela. Por isso, a ilusão não é para ser negada ou minorada. Tentar diminui-la não passará sempre de uma tentativa.  A coisa mais difícil que eu sinto, neste momento, é liberar a conexão com a minha própria história. Eu tenho tanta honra e admiração por ter chegado até aqui da forma como cheguei que está difícil liberar quem eu “fui” (ou quem ainda acho que “sou”). E é exatamente essa “não conexão” que é o “Não importa”, o “Tudo está bem em toda a Criação”, o “Ahmyo”... Ao longo da minha história, aprendi que deveria estar conectado para compreender as coisas e as pessoas ao meu redor. Conectado a Deus, ao amor,

Não Saber Lidar...

Imagem
Não saber lidar com uma pessoa ou uma situação não é apenas não conseguir resolver conflitos aparentes. É também quando não conseguimos nos flexibilizar para agir de uma nova maneira.  Não saber lidar com uma pessoa ou uma situação é estar tão envolvido a ponto de não perceber que é possível simplesmente liberar o controle em relação a essa determinada pessoa ou situação.  Conflitos é drama que nos leva a acreditar que é difícil lidar com a própria vida. Mas, ainda assim, é o principal combustível que parece impulsionar a vida adiante.  Não saber lidar com uma pessoa ou uma situação pode envolver algo bem mais sutil do que pensamos. Pode haver manipulação disfarçada de amor. Pode ter falta de autoconfiança disfarçada de cuidado... É tendo consciência dos próprios jogos que a vida começa a se desatar.  (Aline Bitencourt)

Em Nome do Amor?

Imagem
Eu tenho uma caixa de abelhas que fica no jardim. As abelhinhas voam entre as orquídeas e os pássaros que vêm beber o néctar que eu deixo lá. É uma delícia ficar em casa na companhia desses seres tão queridos! Eu adoro quando um passarinho voa perto de mim e atravessa a casa já familiarizado com o ambiente. Eu sinto tanto amor pelos pássaros, abelhas e plantas! Mas percebi que tenho muito controle também em relação a eles. Num dia nublado, acordei e dei bom dia a todos no jardim. E notei que a passagem onde as abelhas entram e saem da caixa estava fechada. Então, pensei: “As abelhas estão presas!”. Imediatamente, abri a passagem para as abelhas saírem. Mas elas não saíram. Talvez porque era um dia chuvoso. A passagem estava fechada por algum motivo. Ao abri-la, percebi que eu interferi na atividade das abelhas. Cada experiência tem seu movimento de mão-dupla: se há interferência, há "permissão" para que isso ocorra em algum nível. Portanto, não há erros sobre interfe

Em Tempo do Ser Livre

Imagem
Em tempo... Sinto o controle como um grande temporal no meu dia. O tempo é ‘crono-lógico’. Mas, e daí?! Eu Sou ilógico!  Percebo a minha pressa e, respirando, vou sentindo os ventos da calmaria. Agora, escolho tão somente o ‘des-controle’ da atemporalidade. Vejo o sol com todo o seu fogo transmutador.  E, quando for chuva, que eu sinta, no meu rosto, as águas suaves da expansão.  Do ar, ao invés dos furacões, a brisa inspiradora do entardecer.  E, da terra, as sementes que brotarão dos meus potenciais. Hoje, não quero apenas celebrar os gritos da independência...  Mas o silêncio melodioso do Ser Livre! (Luiz Henrique) Versão em vídeo: