Astrologia e Nova Energia


"Adoro astrologia, mas odeio o que os humanos fizeram com ela. Decidiram que ela é a nova influência orientadora. Bem, com nova eu quero dizer de milhares de anos... mas entraram nos velhos padrões da astrologia. Astrologia não é nem mais nem menos. Astrologia não é uma diretriz. A astrologia, se realmente querem considerá-la, são camadas e camadas de potenciais. Mas os humanos olham para uma camada e dizem: Ah, acho que sou desse jeito. Devo ser daquele outro. Devo...” Vocês sabem que muitos humanos, diariamente, leem astrologia barata e acreditam naquilo? Daí, a coisa acontece e eles dizem: “Viu? Era o que dizia.” Bem, é claro, é uma profecia autorrealizável, então, ela acontece, e as pessoas entram nesse padrão.

Astrologia é uma coisa maravilhosa, se olharem pra ela como um mecanismo pra explorar potenciais e, depois, escolherem aqueles que vocês querem vivenciar. Se vocês forem além dos mapas tradicionais, entrarem mais fundo na astrologia – na astrologia multidimensional –, vocês verão cada potencial dentre os que podem escolher. E, por terem sido vocês que criaram esses potenciais, existe quase uma infinidade de potenciais dentre os quais escolher.

Mas os humanos compram todo tipo de pacote “destínico”. Inventei essa palavra; gostei dela. Vocês compram um pacote como se comprassem uma mercadoria pela Internet, pela televisão, pelo celular, como se tivessem feito um grande negócio: “Qual é o meu destino?” E, então, vocês meio que aceitam isso. E, nos dias ruins, vocês dizem: “Eu não sei. Não entendo. Em algum lugar, minha alma deve saber.” Vocês são a sua alma agora. Não existe mais separação, não existe mais divisão. Vocês são a sua alma".

(Adamus Saint-Germain em “O Retorno da Mágica” - canalizado por Geoffrey Hope)