A Tal Escolha por Trás


Por muito tempo, por vidas até, eu acreditei que havia uma “escolha por trás” de todos os meus dissabores. 

E, quando me sentia impotente em relação à minha própria vida, logo me vinha um pensamento: 

“Fique tranquila, pois há uma escolha por trás disso que você está passando!”. 

Eu achava que isso era o tal Saber em mim.

Mas, na verdade, eram makyos que me faziam duvidar das minhas escolhas e me mantinham no meu conforto desconfortável. 

Percebi que esse pensamento só estava disfarçado de doçura e espiritualidade. 

Mas era um monte de "gases fétidas" tentando me convencer de que a vida “é assim mesmo” e que, um dia, eu iria “chegar lá”. 

No fundo, a tal escolha por trás só estava no "fundo"! 

E escondia a graça do presente, escorando um monte de crenças emboloradas. 

Basta!!!

Meu verdadeiro Saber não tenta me convencer ou me consolar em relação a nada. 

E nem tem mesmo palavras que eu consiga ouvir. 

É simplesmente sobre o meu sentir e sobre minha intuição. 

E, dessa maneira, é inconfundível. 

Chega de ser antena para um monte de pensamentos que corroboram o conformismo de uma vida estreita!


(Aline Bitencourt)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fique à vontade pra compartilhar, dar um oi...

*As imagens contidas aqui são edições de telas de LH, registros de eventos ou do nosso cotidiano, exceto as relacionadas ao Crimson Circle.