O QUE É SHAUMBRA?


Há realmente inúmeras definições. Obviamente, SHAUMBRA não é uma religião. Não é um culto. Até mesmo não é algo espiritual, porque “espiritual” tem uma conotação um tanto "velha". Espiritualidade é uma das maiores alimentações para o ego e para a mente. A mente ama quando as pessoas se tornam espirituais, porque lhes dá uma desculpa para serem justas, "desagradáveis", de mentes fechadas e estarem sempre buscando algo.

Shaumbra não é intelectual. Os intelectuais são tão limitados, tão neles mesmos, tão condescendentes.

Shaumbra não está no "irreal das fadas", então mal se pode chamá-lo de "seguidor da nova era”. Até poderia ser, de certo ponto, mas nova era tem uma conotação de estar fora de si mesmo, em algum lugar "etéreo".

O Shaumbra aprendeu a respirar. Aprendeu a estar em seu corpo, a amar o seu corpo, a amar o corpo de seu parceiro, a se amar. Permitiu começar a curtir o que a vida tem para oferecer, que são tantas coisas.

Shaumbra não é a pessoa que era há cinco anos. Não é a pessoa que era há um ano. Shaumbra é o que ele é. Ele vai passar por um processo de transformação - que é algo que tipicamente levaria três, quatro, cinco existências - e Shaumbra passa por isso tudo em poucos anos. Não é à toa que é difícil para seu corpo e sua mente. Não é à toa que é tão desafiante, mas Shaumbra pode contar com os outros Shaumbra. Eles têm uns aos outros. Shaumbra tem incríveis recursos dos seres angélicos que trabalham com eles todas as noites.

Não há nada para se afiliar. Não há hierarquia. Shaumbra não tem líderes que estão em marcha expondo coisas que ele tem que fazer ou acreditar. É muito à vontade.

Não é uma comunidade
. Shaumbra não é algo “significável” ou descritível. Ele é independente demais e isso é uma bênção. Não está num grupo organizado e isto é estar na Nova Energia.

Shaumbra tem muita paixão. Ele pode até dizer que está fazendo algo para tornar o mundo melhor. Na verdade, isso realmente não importa. O mundo é o que é. O verdadeiro amor que o Espírito tem por Shaumbra é pura aceitação. Honra absoluta. Então, não tem realmente a ver com tentar mudar o mundo, embora seja muito, muito prazeroso para Shaumbra quando ele envia as suas bênçãos, seus presentes, seus potenciais à humanidade, sabendo que os outros - se eles escolherem aceitá-las - não vão precisar passar por tormentas e infernos como ele passou. Isso faz seu coração se sentir bem, saber que o trabalho que ele está fazendo tem tido um profundo efeito, não necessariamente na Terra; realmente ainda não se manifestou muito aqui. Onde está tendo um maior efeito é nas outras esferas.

Shaumbra é um grupo de humanos que pode dar risada, que pode experienciar sem cerimônias ou frescura, que está se expandindo, que está saindo de um dos tipos ou atributos mais principais e estruturados que a humanidade já teve: a mente. E ele está fazendo isso com certa graça e facilidade. Não é que a mente seja ruim; ela foi uma criação brilhante aos humanos na Terra. Eles tinham que ter a mente para lidar com esta realidade física tridimensional, para lidar com esta realidade da Terra. A mente se desenvolveu para ajudá-los a ficar aqui no corpo físico e fazer o melhor nesta realidade. Mas o Shaumbra vai além da mente agora para vivenciar seus ilimitados potenciais.

Shaumbra tem tido várias experiências aqui na Terra e nas outras esferas. É um grupo de pessoas que foi líder de suas famílias espirituais. Deixou sua família espiritual para sair sozinho numa jornada, mas sabendo, o tempo todo, que isso teria um impacto profundo no que foi deixado para trás. Shaumbra é um grupo que, nos anos recentes, se desconectou de sua família espiritual, seja da Ordem de Sananda, seja da Casa de Miguel, Gabriel, quaisquer das outras casas dos arcanjos onde ele foi líder. Ele se desconectou disso por alguns motivos: Shaumbra teve que descobrir sozinho quem ele era, sem carregar a responsabilidade de tentar libertar as energias das outras esferas. Ele teve que se libertar primeiro. Ele teve que fazer isso por ele mesmo, não por ninguém mais. Ele teve que aprender a se amar primeiro. É muito mais fácil amar outra pessoa, fazer coisas e estruturar a vida para os outros. Muito mais fácil. Mas, quando é para fazer isso para si mesmo, vem depois todas as dúvidas, todas as críticas vindas de fora, todas as perguntas, como: “ eu sou digno?”. Assim, Shaumbra realmente entra profundamente nas energias, entra verdadeiramente em seu ser.

Shaumbra é um grupo de anjos humanos calorosos, decididos, amorosos, que são os pioneiros da Nova Energia, mesmo não sabendo realmente o que isso significa. Teria sido diferente se Shaumbra recebesse um livro ou manual onde tivesse todos os conceitos e orientações sobre a Nova Energia. Mas Shaumbra não quer isso. Assim seria muito mais cômodo. Mas Shaumbra diz: “Eu vou entrar nisso de uma vez por todas. Eu vou experienciar esta Nova Energia!”. E isso, por si só, faz de Shaumbra o Mestre de si mesmo.


Edição: Aline Bitencourt
Referência na mensagem de Adamus Os Potenciais do Futuro









*As imagens contidas aqui são edições de telas de LH, registros de eventos ou do nosso cotidiano, exceto as relacionadas ao Crimson Circle.