Somos Mestres


Falei do prazer que é liberar a sensatez da vida e achei importante compartilhar isso aqui, porque, assim como muitas pessoas, eu já vivenciei muitos dogmas, disciplinas e rituais. Todas essas experiências foram apropriadas para o aprendizado que escolhi naquele momento, mas, nesse ponto da jornada, já compreendo que essas são ferramentas externas, ou seja, não fazem parte do Eu Sou.

Durante muito tempo, escolhemos ser aprendizes, tendo muitas ideias preconcebidas sobre quem, na verdade, Somos. Mas este é o momento de deixarmos de ser discípulos e de nos reconhecermos como os únicos e verdadeiros Mestres de Nós mesmos. Mestres com total responsabilidade sobre Tudo o que verdadeiramente Somos. Sem receio de liberar as interferências de instituições, religiões, normas, hierarquias, diretrizes e todos os jogos de poder carregados vida após vida. Para isso, simplesmente fazemos uma respiração profunda, deixando florescer o Deus que está dentro de Nós.

O verdadeiro Mestre tem consciência de que pode ouvir várias vozes, as dos chamados Aspectos - e que muitos deles ainda não sentem amor e aceitação. Ainda assim, ele compreende que o seu Agora é Criação tão somente do que ele escolhe experienciar. E a percepção que tem no momento de sua escolha é que faz surgir a sua realidade. No entanto, um Mestre compreende que a realidade tem várias camadas; é multidimensional. Por isso, ele não precisa se prender a apenas uma realidade criada. E ele poderá "desCriar" qualquer Criação sua a partir de outra(s) escolha(s) consciente(s), pois seus contratos já foram liberados.

Aceitação é a compreensão de que não há nada certo ou errado. Portanto, não há nem nunca houve nada a perdoar. Nem os próprios Aspectos fragmentados necessitam do nosso perdão. A aceitação já é por si só o perdão.

A partir do momento em que compreendemos que o nosso Agora é o que escolhemos, o nosso "Aspecto discípulo" comemorará o seu retorno ao nosso "Aspecto Mestre" que, na verdade, sempre fez parte de nós. E essa Integração criará novos potenciais e experiências para nossa vida.


(Luiz Henrique)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fique à vontade pra compartilhar, dar um oi...

*As imagens contidas aqui são edições de telas de LH, registros de eventos ou do nosso cotidiano, exceto as relacionadas ao Crimson Circle.