Respeito e Autoexpressão


Observo que muitos de nós ainda nos preocupamos com o julgamento. E bloqueamos nossa própria expressão com medo de ofender os outros ou com medo das energias.

Nós estamos começando a confiar em nós mesmos, de uma forma que nossa mente jamais concebeu que fosse possível. E, com isso, nós somos nossa própria referência, mais do que os livros, dogmas, ensinamentos. 

Nós não queremos mais aprender quem é ou quem foi Deus, mas, de uma vez por todas, vivenciá-Lo. E, decididamente, não nos expressamos como um Criador se vivemos na "velha programação", sem ousar experimentar o Novo.

A velha energia não gosta de Mestres, mas de discípulos. Não gosta de quem se rebela, mas dos que se conformam e se entediam. Assim é mais fácil jogar com drama e manipulação.

Podemos expressar uma energia nova nas nossas criações e compartilhar com as pessoas uma pioneira forma de criar que seja inspiradora, com leveza, com paixão.

Já percebemos que muitas coisas não estão mais funcionando na nossa vida e quanto mais nos agarrarmos a elas, mais difícil será escolher e acessar os novos potenciais que estão a nossa disposição.

Quem fica só analisando a própria vida com certeza está julgando a si próprio e, consequentemente, o outro. E a forma mais simples de não ter mais o velho medo do julgamento é sair da mente. Experiência é para ser honrada e não ponderada, analisada ou criticada para que a nossa autoexpressão aconteça graciosamente. Ser Criador é experienciar a vida de uma forma tão despretensiosamente nova, que não há mais necessidade de culpar ou julgar o passado.


(Luiz Henrique)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fique à vontade pra compartilhar, dar um oi...

*As imagens contidas aqui são edições de telas de LH, registros de eventos ou do nosso cotidiano, exceto as relacionadas ao Crimson Circle.