Oh, Ironia!


"Oremos"...

Oh, Ironia!

"Eu-sombra" que se mostra tão intrépido e perspicaz,

mas que, muitas vezes, vela a própria covardia

em expressar as suas mágoas e desapontamentos

como se fossem dos outros.

Que toda vez que eu agir com sarcasmo,

eu tenha a clareza de que não é sobre ninguém,

mas sobre mim mesmo que eu expresso todas essas "merdas".

Que eu nunca negue o escárnio que possa haver dentro de mim

para não atrair mais energias maliciosas

para a minha vida.

Respiremos...

Amém!


(Luiz Henrique)