O Medo em Tempos de Aceite-se

‘Questão’:


A sutil diferença entre ser omisso (e covarde!) e não precisar se chocar com as energias.

‘Resposta’:

O choque com algumas energias, neste momento, será inevitável. Estamos em meio de um turbilhão em que o novo e o velho se encontram de forma inédita neste planeta. Não há como se esconder disso. Participar desses tempos foi uma escolha e não um golpe do destino.

Todavia, ao contrário de antes, não precisamos que algo impactante, de um acidente, uma doença ou mesmo ganhar na mega-sena para transformar a nossa vida. Essa escolha pela mudança já foi feita e vai acontecer naturalmente, de qualquer jeito, do modo ‘fácil’ ou do ‘difícil’.

Imagine como é desafiante estar acostumado há éons com o ‘velho’ e previsível controle e, de repente, abraçar o inesperado, o ‘novo’ incontrolável.

A Nova Energia é imprevisível, inesperada, incrível, estranha, ilimitada e, nesse sentido, todos os rótulos que a nossa ‘velha’ mente queira descrevê-la não serão suficientes para expressar a sua verdadeira dimensão.

O medo faz com que não larguemos os nossos 'confortáveis' hábitos, por não confiarmos que o ‘novo’ já chegou e já está bem aqui.

'Concluo':

Nesse exato instante, compreendo que eu tenho tido momentos de medo desse Novo. Mesmo sabendo que a Nova Energia está à minha disposição, ainda tenho dificuldade em imaginar como verdadeiramente ela pode ser real para mim. Sim, eu ainda tenho medo de tudo isso.

RESPIRO o APROPRIADO para este AGORA. RESPIRO AS MINHAS ESCOLHAS!!!!


(Luiz Henrique)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fique à vontade pra compartilhar, dar um oi...

*As imagens contidas aqui são edições de telas de LH, registros de eventos ou do nosso cotidiano, exceto as relacionadas ao Crimson Circle.