Minhas Crenças Baseadas no Tempo


Sinto que realmente chegou esse momento de nós escaparmos dessa velha crença chamada tempo.

Não uso relógio de pulso há anos. Era um adereço que eu sentia pesar no meu corpo. E, depois da chegada do celular, consolidei a inutilidade daquele objeto na minha vida.

Com o passar dos anos, descobri outras formas de marcar o tempo. Por exemplo, provando roupas. Eu sempre estou precisando de um número maior. Mas, tudo bem, o meu corpo físico, como todo o meu Ser, está em franca expansão (risos).

Algum tempo atrás, resolvi que iria ‘desacertar’ o relógio do meu celular. Não sei exatamente quantos minutos adiantados ou atrasados ele está. Apenas sei que minha vida tomou novos rumos desde que eu tomei essa decisão. Nos primeiros dias desta experiência,  eu senti uma sensação de estar fora do controle das coisas, principalmente na hora de dormir e de acordar.

Ultimamente, percebi que a minha pele rejuvenesceu. Até as marcas de expressão que eu tenho suavizaram. Eu experiencio aliyah regularmente e sinto como isso proporciona uma espécie de “rejuvenescimento” na área dos meus olhos. O movimento de “des-linearidade” do meu tempo também contribuiu muito para isso.

Paradoxalmente, senti meu corpo mais pesado, como seu eu estivesse mais velho, sem motivação para caminhadas ou praticar outros exercícios físicos. É como se eu vivenciasse uma espécie de junção do passado e do futuro ao meu presente.

Não tenho mais vontade de permanecer com as minhas distrações sobre o corpo, aparência, saúde, tampouco ficar me esforçando pra manter metas e perspectivas baseadas no tempo. Sei que passei tantas vidas fazendo isso, ao invés de sentir o Agora com simplicidade.

As experiências do passado ou as perspectivas de um futuro são pura sedução. E quando somos sedutores não conseguimos ser "sensuais".

A sedução é uma das dinâmicas de roubo de energia. É estar fora, buscando no externo o alimento para continuar hipnotizado e inconsciente.

A sensualidade, ao contrário, só é vivenciada quando se está totalmente dentro de si, completamente dentro do corpo.

Respiro em mim e vou além da linha do tempo...


(Luiz Henrique)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fique à vontade pra compartilhar, dar um oi...

*As imagens contidas aqui são edições de telas de LH, registros de eventos ou do nosso cotidiano, exceto as relacionadas ao Crimson Circle.