Eu Sou Eu: Completo!


Ego, nem vilão nem vítima.

Nem por isso quero vestir essa roupa pesada da identidade.

Quero me despir!

E não ter nunca mais vergonha dessa nudez.

Quero me misturar soberanamente

no mar de Eus que habitam bem aqui...

Eu Sou Eu.

Sou tudo e muitos.

Um oceano de nada...

Onde navego com leveza.

No nada... Faltou nada.

Agora, despido de tudo...

Estou completo!


(Luiz Henrique)


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Printfriendly