Eu Sou Deus Também!


Como alguns aqui sabem, mudei de cidade e de local de trabalho há pouco mais de um mês, apesar de estar na mesma Instituição. E estou sentindo de forma muito intensa a convivência com meus novos colegas. E um fato me proporcionou mais um ‘salto quântico’ esses dias: a assinatura do meu e-mail, contendo a frase “Eu Sou Deus Também!”, que causou uma polêmica velada.

Até então, eu não tinha percebido como essa frase era impactante a ponto de causar um ‘desconforto’ nos outros e em mim mesmo. Ao perceber isso, a minha primeira reação foi querer apagar a assinatura do meu correio eletrônico quando um aspecto meu, ‘diplomático’ ponderou: "Henrique, não custa nada tirar essa frase, afinal você pode estar ‘chocando’ os outros". E, quando me preparava para apagar, ouvi uma ‘voz’ dentro de mim: "Não importa! Retirar a frase não mudará nada. A questão é que você ainda tem medo de se expor para as outras pessoas, de expressar a sua Essência para elas. Tem medo de te acharem ridículo, problemático ou com algum desvio de caráter".

Um arrepio de medo subiu sobre o meu corpo e, por alguns minutos, vieram dúvidas, inseguranças e uma vontade de procurar argumentos que justificassem aquela emoção. Daí, eu acalmei a minha mente com algumas respirações profundas... Uma seguida da outra e sem pressa... E comecei a me permitir sentir a minha sabedoria quanto a isso. Afinal, o que eu estou fazendo no trabalho, na vida, na Terra se não escolher ser Eu mesmo? Enfim, eu me permiti sentir como algumas crenças me bloqueiam e agem no meu dia a dia, inclusive a crença de negar que Eu Sou Deus Também.

Ora, eu não preciso mais ter medo de ser ‘queimado’ nas fogueiras da velha consciência! Eu Sou GRANDIOSO e não quero esconder mais isso de mim! Eu não quero mais jogar o jogo do drama, da negação, da pequenez, da falsa modéstia. Como também não há como eu estabelecer um escudo me protegendo da consciência de massa. Isso seria uma prisão. E espaço seguro é, antes de tudo, liberdade. A liberdade de poder expressar soberanamente quem Sou ao mundo e aos outros humanos. Fazer da própria vida uma experiência 'sensual' e, com os próprios aspectos, um ponto de conexão e expressão criativa sem precisar mais travar as velhas lutas, com tantos desgastes de energia. Posso viver com abundância sem precisar conviver com situações que não estão em sintonia com o que acredito.

O medo é como um vírus que adentra a nossa consciência nos hipnotizando. Com isso, percebo que o melhor serviço a ser prestado por nós a esta Terra é não nos escondermos de nós mesmos. E, assim fazendo, nossas experiências se tornam "ferramentas" para que o outro também possa se descobrir soberano.

Honro os meus colegas de trabalho e não preciso ir de encontro às crenças deles, tampouco tentar mudá-los. Mas também não preciso ter medo de ser quem Eu Sou. Mesmo que ainda sinta, vez ou outra, que um aspecto 'pula' querendo controlar a situação, a minha Essência agora fala mais alto, afinal EU SOU DEUS TAMBÉM!


(Luiz Henrique)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fique à vontade pra compartilhar, dar um oi...

*As imagens contidas aqui são edições de telas de LH, registros de eventos ou do nosso cotidiano, exceto as relacionadas ao Crimson Circle.