Eu Não Julgo, Então Não Me Preocupo


Olho pra uma pessoa e digo:

Como ela é velha energia!

Observo a conversa de outra e penso:

Quanto makyo!

Ah! E também como sinto as pessoas se alimentando energeticamente

uma das outras!!!!

O que sou (estou) nestes momentos:

me expressando através de um aspecto fragmentado!

Quem não sentencia a própria experiência

não está preocupado com a vida do outro.

Simples assim!!!!!


(Luiz Henrique)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Printfriendly