Eu Experiencio. Ponto.


Eu cheguei a um ponto em que não quero acumular mais informação, nem ter mais explicação de "nadica de nada".

Eu experiencio. Ponto.

Eu não quero primeiro teorizar e depois "rotular" a experiência.

Muita coisa ainda "importa" pra mim, apesar de "entender" (com a mente, por isso entre aspas) que o NÃO IMPORTA pode representar "plenitude".

Já me descobri repetindo tantas mentiras (criadas por mim mesmo), que - agora - até encontro humor pra rir delas, enquanto não as libero.

Passo o dia numa escala que oscila entre a minha humanidade e a minha divindade.

No dia em que não oscilar mais nesses "multipolos", vou sair por aí... E simplesmente viver!


(Luiz Henrique)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fique à vontade pra compartilhar, dar um oi...

*As imagens contidas aqui são edições de telas de LH, registros de eventos ou do nosso cotidiano, exceto as relacionadas ao Crimson Circle.