Em Tempo do Ser Livre


Em tempo...

Sinto o controle como um grande temporal no meu dia.

O tempo é ‘crono-lógico’. Mas, e daí?! Eu Sou ilógico! 

Percebo a minha pressa

e, respirando, vou sentindo os ventos da calmaria.

Agora, escolho tão somente o ‘des-controle’ da atemporalidade.

Vejo o sol com todo o seu fogo transmutador. 

E, quando for chuva, que eu sinta, no meu rosto,

as águas suaves da expansão. 

Do ar, ao invés dos furacões, a brisa inspiradora do entardecer. 

E, da terra, as sementes que brotarão dos meus potenciais.

Hoje, não quero apenas celebrar os gritos da independência... 

Mas o silêncio melodioso do Ser Livre!


(Luiz Henrique)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fique à vontade pra compartilhar, dar um oi...

*As imagens contidas aqui são edições de telas de LH, registros de eventos ou do nosso cotidiano, exceto as relacionadas ao Crimson Circle.