Shaumbrando - 2


Clique nos títulos para ler o texto completo:

Partilhas anteriores: 1 ♠ Próximas partilhas: 3 4 5 6 7 8 9 10 11

 
"Você já parou para observar que grande parte das coisas que fazemos em nossas vidas é baseada no medo?"
"Vejo muitas mulheres 'inteligentes e independentes' que, no fundo, ainda procuram seus 'príncipes encantados' em meio à multidão. Não importa se seletivas demais ou carentes ao extremo, acabam se deparando com uma desilusão: a de não encontrarem o tão desejado e utópico 'homem ideal'."

"Convido a você para sentir e perceber os papéis originais e atuais das energias masculina e feminina e ir além das ideias preconcebidas, que limitam e rotulam."
"Nunca estamos sós. Temos, pelo menos, 3 companheiros: o corpo, a mente, o espírito. Cada um do seu jeito... Mas, quem escolhe experimentar a Nova Energia, pode perceber que esses três companheiros estão tão intimamente ligados, que incorporam os atributos entre si: a mente tem características do corpo e do espírito. O corpo tem o jeito da mente e do espírito. E o espírito chega mais perto para poder experimentar como é a mente e o corpo. Juntos, eles são o Corpo de Consciência."

"Eu me vejo aqui e agora. Sem perfeição. Mas o que é mesmo a perfeição? Para que ela serve? Respiro e sinto, dentro de mim, uma grande vontade de me expandir, de mudar. E isso muitas vezes já foi confundido com precisar fazer alguma coisa, 'evoluir'."

"Vejo o caso de São Paulo que, teoricamente, deveria ser o Estado brasileiro com a consciência mais 'aberta' (se fosse proporcional à toda 'riqueza' que circula por lá), como um reflexo da intolerância do brasileiro em vários sentidos."
"Morte. Só em falar esse nome já traz grande carga de medo e de negação. Sexo. Também é um nome que, só em ser falado, gera vergonha, tabu. O que esses dois têm em comum?"

"Tenho vivido tantas mudanças em minha vida ultimamente e acho que isso tem sido muito comum para cada um de nós. Mas, por mais que as mudanças estejam sendo rápidas, quando eu olho para trás, percebo que elas foram o fruto de algumas coisas que eu desejei e escolhi há algum tempo."

"‘Questão’:
A sutil diferença entre ser omisso (e covarde!) e não precisar se chocar com as energias."

"O amor é uma coisa bem diferente do que eu achava que era. Eu achava que era um sentimento complexo e, que para senti-lo, eu precisava me perder em um mergulho profundo dentro das malhas energéticas do mundo, vivenciando ciclos quase intermináveis de sofrimento, vencendo o ego e a razão como um herói das histórias infantis de que eu tanto gostava."

"Como alguns aqui sabem, mudei de cidade e de local de trabalho há pouco mais de um mês, apesar de estar na mesma Instituição. E estou sentindo de forma muito intensa a convivência com meus novos colegas. E um fato me proporcionou mais um ‘salto quântico’ esses dias: a assinatura do meu e-mail, contendo a frase 'Eu Sou Deus Também!', que causou uma polêmica velada."

"Uma das coisas que eu precisei ter mais coragem de fazer foi não precisar ter coragem. A característica de que eu mais me orgulhava era a de ser corajoso. E isso, com o passar do tempo, acabou se tornando um fardo muito difícil de carregar, porque era aí onde minha energia era mais esvaziada. Na verdade, era uma alimentação de ego que não acabava mais."

"O Natal é uma época que inspira o presentear. Não estou falando apenas em presentes, mas dos potenciais, que estão ao nosso dispor esperando para serem vividos por nós. E cabe a cada um de nós desembrulhá-los."

"Final de ano chegando e aquele monte de expectativas toma conta da nossa mente. Misturam-se os nossos anseios, os dos outros humanos e os do mundo como um todo. Em um planeta em intensa transformação, é difícil não sentir todas essas energias efervescentes."

"Makyo é aquela consciência fundamentada no passado, em algo que, algum dia, até já funcionou, mas que não funciona mais. Quando acreditamos que há apenas luz e escuridão, estamos exatamente nos baseando em velhos jogos cármicos. Existe muito mais que luz e trevas: existe Você!"

"Apesar de ser muito inspirador partilhar com pessoas que também estão escolhendo o Novo para a própria vida, ainda sou Uma comigo mesma. Sim, todos somos Um conosco mesmos! Mas, muitas vezes, somos levados a acreditar que 'uma andorinha só não faz verão'."
"Eu não estou 'espiritualizado'.
Eu não estou buscando nada, nem 'iluminação'.
Eu não estou 'evoluindo'.
Não ligo em ser 'politicamente correto'.
Não estou bom, nem mau."

"Sou o que Eu sou
Sou o que Eu represento
Sou cada papel que Eu desempenho
Sou cada um deles
Sou nenhum
Sou todos ao mesmo tempo!"

"Shaumbra, não-Shaumbra, belo, bela, estranho, estranha, normal... Você está sofrendo com aquela 'velha energia' que insiste em te dizer que 'depois da tempestade vem a bonança', sendo que o 'bendito' temporal nunca passa...?"


"Em um momento da minha vida, vivenciei um grande drama da dualidade: SER HENRIQUE OU ENRIQUECER... "





Partilhas anteriores: 1 ♠ Próximas partilhas: 3 4 5 6 7 8 9 10 11

*As imagens contidas aqui são edições de telas de LH, registros de eventos ou do nosso cotidiano, exceto as relacionadas ao Crimson Circle.